PT do B é acusado criar assinaturas para registrar candidaturas falsas; Genival Matias defende apuração

O PT do B na Paraíba está sendo acusado de falsificar assinaturas e criar candidaturas fantasmas nas eleições do ano passado. A acusação partiu de Vanberto Lima, marido de Analice Lima, que teve o nome incluído pelo PT do B como candidata do partido ao cargo de deputada estadual no último pleito.  De acordo com o companheiro da suposta vítima, a farsa só foi descoberta quando eles receberam uma notificação do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) solicitando a prestação de contas de campanha. Com a notícia, Analice que é hipertensa e diabética passou mal e encontra-se sem condições de participar de entrevistas.

Vanberto Lima explicou à Rádio Arapuan FM que sua mulher era filiada ao partido desde 2011 e que um assessor de um deputado estadual procurou Analice Lima para que ela regularizasse a situação na legenda. Segundo o marido, as assinaturas da companheira que foram registradas na documentação de filiação são originais e diferem das encontradas no registro de candidatura, consideradas falsas por ele.

O casal procurou o partido que afirmou que a candidatura foi um erro, mas a esposa corria o risco de ser processada por não prestar contas. No documento, consta que ela tinha R$ 1 milhão disponível para a campanha que não existiu.

Analice Lima teve o registro de candidatura indeferido pelo TRE-PB. O partido recorreu e o processo foi para o TSE, onde a ministra Laurita Vaz manteve a decisão do Tribunal paraibano.

O TRE se encarregou de encaminhar o caso de Analice Lima para a Polícia Federal que deve pedir o exame da caligrafia para constar se houve ou não fraude.

Genival Matias defende apuração de denúncia

O deputado estadual diplomado Genival Matias, presidente do PTdoB na Paraíba, defendeu a investigação da denúncia apresentada por Analice Lima dando conta de que o partido teria falsificado sua assinatura para que ela saísse como candidata a deputada estadual nas eleições do ano passado.

“Tão logo soube do fato, entrei em contato com o responsável do partido pelo registro de candidaturas e ele me informou que toda documentação foi entregue ao TRE, com foto dela, inclusive. Eu quero que esse caso seja apurado para ver com quem está a responsabilidade”, disse.

Genival Matias afirmou também que não conhece Analice Lima e garantiu que ela não foi candidata a deputada estadual. “O partido concorreu às eleições com outras mulheres, não com ela. Não conheço essa senhora e acho o fato muito estranho”, declarou.

Ele ainda negou que as denúncias tenham a capacidade de prejudicar a eleição dele ou dos outros deputados eleitos pela coligação. “Isso não existe”, assegurou.

Blog do Gordinho
Tecnologia do Blogger.