Tovar sepulta possibilidade de assumir Chefia de Gabinete na PMCG e frustra suplente Antônio Mineral

Se depender da vontade do deputado Tovar Correio Lima (PSDB) o projeto do suplente Antonio Mineral (PSDB) de voltar a Assembléia Legislativa deverá ser adiado por mais alguns meses. Em contato com a reportagem do PB Agora nesta segunda, 5, Tovar negou as especulações que dão conta que ele pode voltar a ser o Chefe de Gabinete na gestão da Rainha da Borborema abrindo vaga para Mineral, numa articulação patrocinada pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB).

O PB Agora perguntou: “Você vai pedir licença para beneficiar Antonio Mineral?”, Correia Lima não pestanejou:

‘Foi uma honra ter sido secretario em Campina Grande e será uma honra no futuro se eu voltar a ser secretário de alguma forma”, ponderou, acrescentando que: “Agora não está nos meus planos de forma de alguma”, desconversou.

Correia Lima que obteve no ultimo pleito 30.670 votos, revelou já ter um calendário em mente: “Eu tenho nos meus planos tomar posse no dia 1º de fevereiro e seguir na Assembleia Legislativa tendo a esperiencia que o prefeito Romero Rodrigues teve na Casa, legislando pela Paraíba toda”, disse

Tovar tratou de sepultar qualquer possibilidade de vir a mudar de opinião:

“Em principio não, de forma alguma estou pronto para ser deputado estadual a partir de 1º de fevereiro”, explicou.

A atitude de Tovar frustra os planos de Antonio Mineral que é suplente de doze parlamentares e que agora sonha em ver Dinaldinho (PSDB) candidato a prefeito de Patos, ou até mesmo ter o jovem deputado Bruno Cunha Lima (PSDB) alçando vôos mais altos na Rainha da Borborema.


PB Agora
Tecnologia do Blogger.