Vereador é condenado a pagar indenização por danos morais a ex-prefeito do Cariri

O vereador do município de Santo André, no Cariri paraibano, Edgley Fidélis Souto Messias (PSB), foi condenado a pagar uma indenização por danos morais ao médico e ex-prefeito do município, Dr. Marinho (2001 - 2008), de acordo com o processo de número 063.2007.000.151-4.
 
A condenação de Fidélis, que já foi presidente da Câmara de Vereadores da cidade, se deve ao fato dele ter chamado Dr. Marinho (foto) de "assassino" em uma ação que o PTB, partido do qual o parlamentar era presidente a época, ingressou com uma ação contra o ex-prefeito e, em um determinado momento, o taxou de "assassino".
 
Na época, Dr. Marinho era acusado de ter "degolado" uma criança ao nascer. Porém o procedimento que o médico fez é conhecido na medicina como "cabeça derradeira", que é quando o bebê está ao contrário no momento do nascimento.
 
Tal procedimento foi feito para salvar a mãe da criança, que é do município de Taperoá.
 
Doutor Marinho, inclusive, foi inocentado pelo Conselho Regional de Medicina (CRM) e moveu ações judiciais contra os que lhe acusaram injustamente.
 
Dr. Marinho disse que sente satisfeito com o resultado da sentença que condenou Fidélis ao pagamento de indenização a sua pessoa e afirmou que a Justiça foi feita.

De olho no Cariri/helenolima
Tecnologia do Blogger.