Vereador é condenado a devolver dinheiro

O vereador da Cidade de Monteiro, Antonio de Melo Sobrinho, conhecido como ‘Toinho de Nequinho’, acusado de receber durante o período de janeiro a dezembro de 2009 R$ 82 reais mensais do programa Bolsa Família, totalizando R$ 1.016 durante o período, foi condenado pela Justiça Federal a devolver todo o dinheiro com juros e correção, que atualizados, somam R$ 2.912,45.

O pagamento será efetuado em três parcelas mensais de R$ 970,82, além de prestar serviços comunitários de uma hora por dia no abrigo de idosos da cidade durante um ano.

A pena foi determinada pelo Juiz federal Gilvânklin Marques de Lima, da 11ª Vara Federal de Monteiro.

Durante o período em que recebeu o Bolsa Familia, além de vereador, com um salário de R$ 5 mil reais, Toinho de Nequinho ocupou os cargos de  secretário de Esportes e secretário de Agricultura da atual administração municipal de Monteiro.

O vereador alegou em sua defesa, que foi incluso no programa juntamente com a ex-esposa no ano de 2007 e o cadastro foi feito no seu nome, mas quando ele se separou, o cartão ficou de posse de sua ex-esposa. Ele garante que assinou os papéis pedindo a retirada do seu nome do programa.

MaisPB com Agorapb
Tecnologia do Blogger.