Açude de Boqueirão tem 7,5% de capacidade


Atravessando a pior crise de sua história, o açude Epitácio Pessoa em Boqueirão, continua crítico, e chega aos 7,4% de sua capacidade. A manancial que abastece Campina Grande e mais 18 municípios do Compartimento da Borborema, já atingiu o temível “volume morto” e hoje amanheceu com 30.392.687 milhões de metros cúbicos de sua total capacidade que é de 411.686.287 mm.

Por conta da redução do volume do manancial, a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (CAGEPA), já estuda possibilidade de alterar o racionamento na cidade.

O diretor da Cagepa Borborema, Ronaldo Menezes, explicou que a Companhia tem autorização para tirar água do Boqueirão até quando o açude tiver em 20 milhões de metros cúbicos. Depois disso, não será permitida a retirada da água por conta dos padrões de qualidade.

Ele assegurou que a água do açude, que abastece Campina Grande e mais 18 cidades, está dentro dos padrões, apenas com o cloreto (sal) alterado, mas isso não traz perigos.

O diretor informou que, até o momento, mesmo em situação crítica, não há previsão para que aconteça um “arrocho” no atual sistema de racionamento d’água.


PB Agora.


Tecnologia do Blogger.