Bevilacqua diz inexigibilidade questionada em denuncia do MPF é da empresa


O Ministério Público Federal (MPF) denunciou quatro ex-prefeitos da região de Campina Grande (PB). São eles: José Costa Aragão Júnior, de Matinhas (PB); Nobson Pedro de Almeida, Esperança (PB); Paulo Francinetti, de Massaranduba (PB); e Bevilácqua Matias Maracajá, de Juazeirinho (PB). Todos tentam retornar as prefeituras de suas cidades nas eleições municipais deste ano.
Contra Bevilácqua, além de Jessica Gonçalves Vidal, foi ajuizada denúncia imputando-lhes a prática do crime de inexigibilidade indevida de procedimento licitatório para execução do Convênio 1561/2009, cujo objeto consistia na realização do “I Juazeirinho Fest Negócios”, no ano de 2009; bem como do Convênio nº 369/2010, cujo objeto consistia na realização da “I Festa da Palma”, em 2010.
Versão de Bevi
Em contato com nossa Redação Bevilacqua disse que o que está sendo questionado é a inexigibilidade da empresa e não de sua gestão, disse ainda que está sendo absolvido de outras denuncias e que isso atesta sua gestão. 
Tecnologia do Blogger.