Prefeito de Boqueirão é reeleito com mais de 4 mil votos de diferença e massacra grupo de Carlos Dunga


A política de Boqueirão, assim como ocorre com a maioria das pequenas cidades, é tradicionalmente dominada por dois lados que historicamente se dividem no poder. A família do ex-deputado Carlos Dunga por um bom período dominou a política de Boqueirão, mas nas eleições deste ano passou um dos maiores vexames de sua história.
O atual prefeito da cidade, João Paulo Segundo, conquistou a reeleição com mais do que o dobro de votos do representante da família “Dunga”, seu neto, o jovem Artur Dunga. João Paulo Segundo, do PSD, foi reeleito com 69,49% do eleitorado, um total de 8.107 votos válidos. O segundo colocado foi Artur Dunga, neto de Carlos Dunga, com 28,71% dos votos, o equivalente a 3.349 votos. Jesualdo Chagas obteve apenas 210 votos, 1,8%.
João Paulo II, que já havia sido derrotado pelo ex-prefeito Carlos José, filho de Carlos Dunga, conquistou seu primeiro mandato em 2012 com uma diferença de 1500 votos. Este ano, João Paulo II aplicou uma das maiores diferenças eleitorais do Cariri e uma das maiores já vistas em Boqueirão. No geral, o prefeito ganhou com 4.758 votos de diferença.
Para o prefeito João Paulo Segundo: “A população de Boqueirão reconhece quem trabalha e quem persegue. Diferencia quem tem compromisso com o povo e quem apenas quer se perpetuar no poder, sem cuidar da cidade e da população e por isso sua vitória foi não apenas confirmada, como também ‘maiúscula’ nas urnas”, destacou.

De olho no Cariri
Tecnologia do Blogger.