Temer pede a ministros que revejam rebaixamento de nota da PB

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), manteve ao meio dia de hoje uma audiência que demorou pouco mais de uma hora com o presidente da República, Michel Temer (PMDB), na companhia do senador Raimundo Lira (PMDB). O compromisso foi definido por Lira como proveitoso e até cordial. O peemedebista disse que Temer foi ao encontro dos dois na sala de espera e os acompanhou até o gabinete, onde vários assuntos foram tratados, a exemplo do rebaixamento da nota da Paraíba no ranking do Tesouro Nacional.
 
Ricardo se posicionou contra edição de uma Medida Provisória para a reforma do ensino médio e defendeu a abertura de um diálogo amplo com os setores que fazem a educação e a população, além de ter defendido a aprovação de empréstimo ao Estado da Paraíba: "O Estado tem direito, já que obterá superávit este ano e paga em dia suas contas, mantém obras e serviços, mas é preciso que não percamos nosso nível de investimento e eu pedi ao presidente que liberasse os empréstimos. Tivemos o comunicado do BID que há muitos anos trabalha essa questão do empréstimo e suspendeu pela demora do Governo Federal. Tem também o Cooperar esperando o empréstimo, além dos R$ 112 milhões do Banco do Brasil e o presidente ficou de chamar os ministros da Fazenda e do Planejamento para tratar exatamente disso e a Paraíba não pode ter redução de nota", disse Ricardo.
 
No rol dos temas abordados também esteve o Hospital de Oncologia de Patos que teve a obra concluída e precisa de parceria para fazê-lo operar, já que o custo mensal é de R$ 4,5 milhões. Ainda na área da Saúde, o governador falou da necessidade de repasse de recursos para o Hospital Metropolitano de Santas Rita.
 
Na conversa, o governador da Paraíba lembrou que deu apoio à chapa em que ele foi eleito, figurando como vice na chapa de Dilma Rousseff, mesmo tendo o PSB se posicionado contra. O socialista disse que decidiu pelo apoio por acreditar na Transposição como solução para minimizar a seca do Nordeste e da Paraíba, bem como a conclusão do Sistema Adutor da Borborema. "Faço um apelo público à nossa bancada federal para que redirecione a emenda impositiva para o Sistema da Borborema, que é primordial para reforçar o abastecimento da região central da Paraíba, pegando Cariri e Curimataú. Essas duas obras chegam a cerca de R$ 500 milhões".

Parlamento PB