Periculosidade de vigilantes é suspensa em Juazeirinho; Governo explica motivo

Decreto citado.

O Adicional periculosidade dos vigilantes efetivos da prefeitura municipal de Juazeirinho, foi suspenso no pagamento referente ao mês de Janeiro/2017, o valor corresponde a aproximadamente 30% em cima do salário pago. 

No Rádio Notícia desta quarta-feira 08, o vigilante Welligton Farias, disse que irá buscar esclarecimentos da prefeitura e acionar o Ministério Público caso o dinheiro não seja pago. 

Wilson Oliveira falou representando o prefeito Beviclaqua Matias, disse que a gestão suspendeu o pagamento embasado no Decreto Nº 29 de 01 de Novembro de 2016 que decretou plano de contenção de despesas, disse que o governo não teve acesso a uma lei que fala sobre o assunto. 

O artigo 4º do decreto diz que "Fica terminantemente suspenso o pagamento de ferias antecipadas, dobra de carga horária, adicionais - exceto específicos por lei e diárias aos servidores municipais" segundo isso a lei não existe. 




Tecnologia do Blogger.