Dom Aldo e Dom José Maria Pires participam da posse de Dom Delson, novo arcebispo da PB


Em celebração com a presença dos arcebispos eméritos Dom José Maria Pires e Dom Aldo de Cillo Pagotto, tomou posse oficialmente na manhã deste sábado (20) o novo arcebispo da Paraíba, Dom Manoel Delson, na Catedral de Nossa Senhora das Neves. Os dois bispos eméritos, únicos ainda vivos da Paraíba, entregaram junto com Dom Genival Saraiva o báculo pastoral a Dom Delson, que representa o trabalho de pastoreio que ele assume na Região Metropolitana de João Pessoa.
O decreto da chamada posse canônica foi lido poucos momentos antes da entrega do báculo. Assinado pelo notário apostólico Marcelo Rosetti, o documento recomenda que o novo arcebispo se "dedique a cuidar da comunidade paraibana". O Núncio Apostólico para o Brasil, Dom Giovanni D’Aniello, que estaria presente na celebração, teve que cancelar a viagem por conta dos acontecimentos políticos desta semana em Brasília. Mas ele enviou uma carta que foi lida por Dom Genival e informou que visita a Paraíba na solenidade de Nossa Senhora das Neves, no dia 5 de agosto.
Durante a homilia, Dom Delson fez questão de mencionar cada um dos bispos presentes e fez um longo agradecimento aos presentes. "Eu me sinto tão confortado e apoiado pela presença de cada um de vocês aqui", justificou. Ele também se disse surpreso com a reação dos fiéis da Diocese de Campina Grande, de onde ele está sendo transferido. "A gente trabalha e não conta com nada, faz tudo por Jesus, mas a resposta do povo de Campina neste período de transição me comoveu muito", revelou.
"Com esta posse, assumo os ônus e bônus desta missão", disse sobre o que ele mesmo chamou de "preocupação com os grandes desafios da Arquidiocese". "Estou com coração confiante, feliz e esperançoso porque sei que as graças de Deus não faltam aos seus", garante, dizendo que "com o olhar em Cristo o desafios serão enfrentando com fé, calma, paciência e a força da Palavra". "Cada prece [desde que foi anunciado novo Arcebispo] chegou até mim com tal força que chego aqui tranquilo e sereno para enfrentar a missão. Agora sou vosso arcebispo, sou vocês", concluiu.
Logo após a entrega oficial do cargo a Dom Delson, várias representantes de setores da Igreja discursaram. "Nós, seus irmãos do episcopado, nos alegramos e estamos aqui para expressar nossa solidariedade e carinho, empenho de estarmos juntos como irmãos e pedindo graças para que o senhor seja de fato um bom pastor", disse no início da celebração o presidente do Regional Nordeste II da CNBB, Dom Antônio Fernando Saburrido.
Dom Genival anunciou também a nomeação do padre André Vital Félix da Silva, da Arqudiocese da Paraíba, para bispo da Diocese de Limoeiro do Norte, no Ceará.
A programação de acolhida de Dom Delson tem continuidade na tarde deste sábado, com missa que vai ser presidida pelo novo arcebispo no ginásio Ronaldão, no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa, às 16h30. Esta missa será aberta aos fiéis da Arquidiocese.

Acolhida

No fim da tarde desta sexta-feira (19), aconteceu a cerimônia de acolhida de Dom Delson, na Praça Dom Adauto, no Centro de João Pessoa. Às autoridades, ele ressaltou sua experiência na Igreja Católica e falou sobre suas intenções como arcebispo da Paraíba.
"O sentimento e as disposições que trago são: estar aqui 24 horas por dia a serviço da Igreja, viver como irmão entre irmãos, ser ponte de fraternidade entre todos, trabalhar pela paz, respeitar as diferenças e apresentar os valores cristãos com sua riqueza e beleza", disse.
O religioso também declarou a importância de unir a Igreja e as autoridades federais, estaduais e municipais dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário em defesa da vida.
"A Igreja é um segmento importante da sociedade. [...] Terei grande alegria de me unir aos senhores na construção de uma sociedade mais justa, pacífica e cheia de esperança", pontuou Dom Delson.

Novo Arcebispo

Dom Delson é natural da cidade de Biritinga, na Bahia, e nasceu no dia 10 de julho de 1954. Estudou Filosofia e o início da Teologia no Seminário São Francisco de Assis em Nova Veneza (SP) e concluiu os estudos teológicos no Instituto de Teologia da Universidade Católica de Salvador (BA). É mestre em Ciência da Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Salesiana de Roma e graduado em Letras pela Universidade Católica de Salvador.
Foi ordenado sacerdote no dia 5 de julho de 1980 na Arquidiocese de Feira de Santana (BA) e na mesma arquidiocese, em 24 de setembro de 2006, recebeu sua ordenação episcopal. Foi acolhido na diocese de Caicó no dia 8 de outubro daquele ano e permaneceu até agosto de 2012, quando foi nomeado bispo de Campina Grande.

G1PB