Defensoria Pública entra com ação para adiar fim do racionamento da água de Boqueirão, na PB


Defensoria Pública do Estado da Paraíba entrou com uma ação na tarde desta terça-feira (15), na 2ª Vara da Fazenda Pública de Campina Grande, contra a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) e o Governo do Estado da Paraíba para que o racionamento de água em Campina Grande e mais 18 municípios não termine no dia 26 de agosto.
A assessoria de imprensa da Cagepa não quis se pronunciar e disse que só comenta sobre o caso quando receber a notificação oficial do processo judicial. O G1 tentou entrar em contato com o procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, e o secretário de comunicação Luis Torrês, mas as ligações não foram atendidas.
Segundo com o coordenador da defensoria em Campina Grande, José Albíno Bezerra, acabar com o racionamento nessa data é irresponsabilidade. "O pensamento da defensoria é que o racionamento deve continuar. Nós temos dados técnicos que dizem que não tem sentido acabar (na data anunciada). Não está chovendo, existem muitos desvios de água no percurso das águas (da transposição do Rio São Francisco e ao longo do Rio Paraíba) e a tendência é que se acabar com o racionamento, [o açude de] Boqueirão volte ao colapso novamente", alerta o coordenador.
Atualmente o açude Eptácio Pessoa, localizado em Boqueirão, no Cariri da Paraíba, está com um volume de 33.204.929 m³ de água, que equivale a 8,1% da sua capacidade, faltando 0,1% para sair do volume morto.

Fim do racionamento

O racionamento de água em Campina Grande e mais 18 cidades termina no dia 26 de agosto, conforme anunciou no dia 8 de agosto o Secretário Estadual de Recursos Hídricos da Paraíba, João Azevedo. "Temos dados técnicos do volume de vazão [da transposição do Rio São Francisco] que nos permitem perceber que esse será o momento de encerrar o racionamento", garante.

Segundo Azevedo, até o dia 26 o açude de Boqueirão deve chegar a 8,2% de volume ou mais. O reservatório Epitácio Pessoa, conhecido como açude de Boqueirão, abastece as 19 cidades da região que estão em esquema de racionamento desde dezembro de 2014.

G1PB
Tecnologia do Blogger.